Destaques

Publicado o relatório do Grupo Independente de Especialistas de Alto Nível sobre o Futuro da Política de Coesão da UE

Através do Prof. Nuno Oliveira Pinto, Associado da ACEC, tomou-se conhecimento do relatório “Forging a sustainable future together: cohesion for a competitive and inclusive Europe“, um documento do Grupo Independente de Especialistas de Alto Nível sobre o Futuro da Política de Coesão e promovido pela Comissão Europeia. Este grupo foi criado pela Comissária Elisa Ferreira, […]

Publicado o relatório do Grupo Independente de Especialistas de Alto Nível sobre o Futuro da Política de Coesão da UE Read More »

Novo depoimento de Luís Mira Amaral sobre estudo de Miguel Cadilhe

Na sequência da divulgação do estudo do Dr. Miguel Cadilhe intitulado “Avaliar o grau de reformismo do Estado?”, divulga-se um depoimento do Eng. Luís Mira Amaral sobre esse texto: “Depoimento do Associado Luis Mira Amaral sobre o Estudo “Avaliar o grau de reformismo do Estado?” de Miguel Cadilhe“. “O Dr. Miguel Cadilhe com o superior

Novo depoimento de Luís Mira Amaral sobre estudo de Miguel Cadilhe Read More »

“Avaliar o grau de reformismo do Estado?”, um estudo de Miguel Cadilhe

O Dr. Miguel Cadilhe, Associado e Presidente da Mesa de Assembleia da ACEC, publicou, recentemente, um estudo para a ACEC intitulado “Avaliar o grau de reformismo do Estado?“. “Procuro retomar uma ideia simples em matéria difícil. Por vezes, o simples não é o melhor, mas esta ideia já resistiu a tempos de pensamento, também tempos

“Avaliar o grau de reformismo do Estado?”, um estudo de Miguel Cadilhe Read More »

“As Regiões constitucionais de Portugal continental segundo dois ilustres Associados do Círculo”, uma nota de Miguel Cadilhe

Divulga-se uma nota da autoria do Dr. Miguel Cadilhe, Associado e Presidente da Mesa de Assembleia da ACEC, escrita especificamente para este portal e intitulada “As Regiões constitucionais de Portugal continental segundo dois ilustres Associados do Círculo“. “A Constituição obriga o Estado a criar as Regiões continentais. Dedica-lhes o Capítulo IV do Título VIII da Parte

“As Regiões constitucionais de Portugal continental segundo dois ilustres Associados do Círculo”, uma nota de Miguel Cadilhe Read More »

“Economia Portuguesa: a Estrutura e a Conjuntura”, um artigo de Carlos Tavares para a SEDES

O Dr. Carlos Tavares, Coordenador do Observatório de Políticas Económicas e Financeiras da Associação para o Desenvolvimento Económico e Social (SEDES), publicou, recentemente, um artigo intitulado “Economia Portuguesa: a Estrutura e a Conjuntura” no âmbito da SEDES. “A evolução da economia portuguesa no período pós pandemia e, em particular, o forte aumento do peso das

“Economia Portuguesa: a Estrutura e a Conjuntura”, um artigo de Carlos Tavares para a SEDES Read More »

Anúncio Público de Abertura de Concurso para o Prémio Professor José da Silva Costa

Informa-se que está aberto, desde 3 de janeiro (00h00) a 29 de fevereiro (23h59) de 2024, o concurso para a atribuição do Prémio Professor José da Silva Costa. Os interessados devem consultar a página Prémios e Bolsas. Concorram! Subscrevem: Para qualquer esclarecimento, contactar geral@acec.pt.

Anúncio Público de Abertura de Concurso para o Prémio Professor José da Silva Costa Read More »

“Sobre a Reforma do Estado – a palavra aos políticos”, um artigo de Sebastião Feyo de Azevedo

Sebastião Feyo de Azevedo, Presidente da ACEC, publicou, no dia 2 de janeiro de 2024, um artigo intitulado “Sobre a Reforma do Estado – a palavra aos políticos” no jornal PÚBLICO. “Temos de mudar, de adotar uma visão reformista de organização do Estado, de proximidade, afinal a visão plasmada na nossa Constituição, mas nunca concretizada

“Sobre a Reforma do Estado – a palavra aos políticos”, um artigo de Sebastião Feyo de Azevedo Read More »

Associação Vale d’Ouro distingue ACEC e sete dos seus Associados

Na sua Gala mais recente, realizada na Régua a 4 de novembro de 2023, a Associação Vale d’Ouro entendeu distinguir sete Associados da ACEC, bem como a própria Associação: Com a Distinção Vintage, a mais elevada das Distinções da Cale D’Ouro, por contributos notáveis, em várias frentes importantes, para o desenvolvimento regional, foram galardoados: Com

Associação Vale d’Ouro distingue ACEC e sete dos seus Associados Read More »

Scroll to Top

Concatedral de Miranda do Douro

A Catedral de Miranda do Douro surge no decurso da criação da Diocese em Miranda do Douro e respetiva elevação da vila a cidade no ano de 1545. O projeto insere-se na tipologia de Sés mandadas construir por D. João III, cujo investimento se reflete na escala da edificação, que se destaca entre a restante malha urbana. Com traça de Gonçalo de Torralva e Miguel de Arruda, as obras tiveram início em 1552. Deste período chegou ao presente o corpo da igreja, pelo que a fachada que hoje observamos resulta de uma campanha construtiva posterior. Classificada como Monumento Nacional desde 1910, é o símbolo maior de Miranda do Douro.